Blog

Josh Bell é Briggs Copeland Professor de inglês em Harvard, e ele ensinou no programa MFA na Universidade de Columbia—onde ele foi meu professor no meu primeiro workshop de poesia. Ele me apresentou aos poetas de Petrarca a James Tate; seu conhecimento é profundo e amplo, assim como sua bondade. O primeiro livro de poesia de Bell é no Planets Strike, e aguardo ansiosamente seu segundo, Alamo Theory, que será lançado em Copper Canyon em abril. O New Yorker descreveu a poesia de Josh Bell como ” uma mistura do surreal e do hiper-real, do hilário e do devastador.”Seu poema” Sci-Fi Violence ” contém todos esses elementos, e você pode ouvi-lo ler aqui. Aqui ele fala sobre seus poemas Vince Neil (como em Mötley Crüe Vince Neil?! você pergunta. É!). E leia uma ótima introdução ao seu trabalho de Mark Bibbins aqui.

— Alisha Kaplan

1. Como era aos quinze anos?Eu nunca tive uma idéia, uma idéia sobre mim mesmo ou qualquer outra coisa, até cerca de vinte e cinco. Josh, de quinze anos, portanto, é uma pessoa ainda a uma década de ter sua primeira ideia.

2. Qual é a coisa mais assustadora que você já leu?

a cena em Marcos onde Jesus leva dois tenta curar o cego (“Eu vejo os homens, como árvores, andando”).

3. Descreva seu sanduíche ideal.

eu não estou em ideais de almoço. Não tenho paciência de Platão. Eu sou mais aristotélico: o sanduíche, como é (mas também como poderia ser), em fluxo e movendo-se através do tempo real, com mayo.

4. Qual é o último vídeo que você assistiu no YouTube?

estou achando impossível ser honesto ao responder a essa pergunta. Então aqui está uma banda legal: https://www.youtube.com/watch?v=KSP4mbEUkLo.

5. Por que quebrar a linha?

porque quando você quebra a linha, você controla todo o espaço e tempo.