a atmosfera – um desafio

Richard S. Lindzen conheceu Charney em 1961 em Harvard, onde era então um estudante de pós-graduação. Charney freqüentemente se reunia com estudantes em Harvard em vários seminários e ocasiões sociais. No trimestre de primavera de 1967, Lindzen e Charney estavam juntos na UCLA, onde discutiram problemas em meteorologia tropical. Lindzen é atualmente Professor Emérito do Departamento de Ciências da Terra, atmosféricas e planetárias do MIT e um distinto membro sênior do centro para o estudo da ciência. Ele trabalha no Instituto Cato, um think tank onde se concentra na interação entre ciência e formuladores de políticas.
Edward. N. Lorenz conheceu Charney em 1952 em Cambridge, Massachusetts, em uma conferência de turbulência. Entre as sessões, eles conseguiram falar sobre alguns aspectos da equação da vorticidade barotrópica, e essas discussões estabeleceram um padrão que deveria persistir ao longo dos anos. Dr. Lorenz foi membro da equipe do Departamento de Meteorologia do MIT de 1948 a 1955, quando se tornou professor assistente. Ele foi promovido a professor em 1962 e atuou como chefe do Departamento de 1977 a 1981. Tornou-se professor emérito em 1987. Dr. Edward N. Lorenz morreu em 16 de abril de 2008 aos 90 anos. Como pioneiro da teoria do Caos, ele era mais conhecido pela noção do ‘efeito borboleta’ e do atrator Lorenz.
George W. Platzman conheceu Charney em dezembro de 1946 ou janeiro de 1947 na Universidade de Chicago, ao retornar a Chicago após uma ausência de dois anos, alguns meses antes de Charney partir para Oslo. Em 1949-51 ele foi consultor de meio período do grupo de Meteorologia do Instituto de Estudos Avançados, e participou com Charney e outros no Eniac computations de 1950 e 1951. George W. Platzman, Professor Emérito de Ciências geofísicas da Universidade de Chicago, morreu em 2 de agosto de 2008 aos 88 anos. Desde o início de sua carreira, ele ajudou a formular a primeira previsão do tempo por computador (no ENIAC em 1950), ele contribuiu para a transformação da previsão do tempo de suposições qualitativas para a ciência quantitativa. Ele será lembrado como um pioneiro no campo da previsão de tempestades e um dos fundadores da meteorologia moderna.